EFEBruxelas

A Comissão Europeia (CE) vai apresentar no próximo mês de junho a sua proposta legislativa para introduzir em toda a União Europeia (UE) um carregador universal de telemóveis para facilitar a harmonização de uso e ter em conta a gestão dos resíduos eletrónicos.

"Até ao final do verão vamos apresentar uma proposta legislativa para conseguir um carregador universal", disse esta quinta-feira o comissário europeu para o Mercado Interno, Thierry Breton, na comissão parlamentar competente do Parlamento Europeu.

O político francês, que no passado foi responsável por empresas tecnológicas como a Thompson ou a France Télécom, disse que o carregador único tem "uma importância especial" para ele.

"O meu objetivo não é apenas trabalhar numa interface para um carregador comum, mas também medidas adicionais sobre a gestão de resíduos eletrónicos", disse o francês acerca de produtos que geram 51.000 toneladas de resíduos por ano, de acordo com dados do Parlamento Europeu.

Breton colocou assim uma data a um compromisso que a Comissão tinha indicado que seria anunciado em julho de 2020, mas que foi adiado um ano devido à pandemia de coronavírus e que era esperado para o primeiro trimestre de 2021.

O Parlamento Europeu aprovou uma resolução em janeiro de 2020 em que pedia ao Executivo comunitário a introdução desse carregador padrão.

A proposta legislativa da Comissão será um passo no sentido desse carregador único, embora o texto legislativo final deva ser negociado com os 27 Estados-membros e com o Parlamento Europeu.

(Mais informação sobre a União Europeia em euroefe.euractiv.es)