EFEMadrid

As ações das principais companhias aéreas europeias, entre elas a easyJet ou a IAG, dispararam em bolsa esta terça-feira com a possível contenção da expansão do coronavírus, uma pandemia que está a causar prejuízos milionários ao sector devido às restrições de viagens.

Nas últimas semanas, as ações das principais companhias aéreas do Velho Continente desabaram nos mercados devido à paralisação do sector, mas a progressiva melhoria da curva de contágio da pandemia na Europa e a ajuda que alguns países estão a prestar às companhias devolve o ânimo aos investidores.

Destaque esta terça-feira para a subida de 18,33% da easyJet, depois de ter sido revelado que o Governo britânico e o Banco de Inglaterra injetaram cerca de 700 milhões de euros na companhia aérea através da Linha Financeira Corporativa do Coronavírus (CCFF).

A Ryanair também sobe com força, 13,48%, assim como a IAG, que lidera as subidas da Bolsa espanhola com um aumento de 11,62%.

A Air France-KLM, que solicitou uma rápida assistência financeira e apoio dos Estados, ganha 7,46%, e a Lufthansa sobe 6,54%.