EFEFrankfurt (Alemanha)

O presidente do Deutsche Bank, primeiro banco comercial privado da Alemanha, Christian Sewing, disse em entrevista com o jornal alemão "Handelsblatt" que descarta uma fusão com outro banco nos próximos três anos.

Perguntado pelo perigo de que possa ser adquirido por outro banco ao se transformar num banco menor e estável, Sewing respondeu que "se tivermos sucesso, irá subir também o nosso valor de mercado".

"Então temos a possibilidade de tomar parte numa consolidação europeia como parceiro ou comprador, mas não penso nesse tema nestes momentos. Agora concentramos-nos primeiro em aplicar o nosso plano", acrescentou Sewing.

"Não quero comprometer-me categoricamente, mas a minha intenção é aplicar esse plano de forma consequente nos próximos três anos, mas vimos com o Commerzbank que pode sempre surgir algo de novo", segundo o presidente do Deutsche Bank.