EFEFrankfurt (Alemanha)

O euro caiu esta terça-feira a 1,0813 dólares após ser conhecida a queda de confiança dos investidores na Alemanha em fevereiro devido ao coronavírus, que poderá prejudicar o comércio global e as empresas exportadoras alemães.

O euro era trocado a metade do dia da negociação europeia do mercado de divisas a 1,0817 dólares, frente aos 1,0837 da abertura e os 1,0830 no encerramento de ontem.

Os investidores alemães estão com receio do coronavírus, algo que contribuiu para que a taxa de câmbio do euro face ao dólar marcasse um novo mínimo de 3 anos.

"O receio de que o coronavírus de Wuhan tenha um forte impacto na economia da China e do resto do mundo prejudica a moral dos investidores alemães", considera o analista de divisas da IG Espanha, Aitor Méndez.

"O medo de que a rápida disseminação do coronavírus de Wuhan acabe por ter um forte impacto na economia da China e, por extensão, no resto do planeta, somado às dúvidas que sempre são levantadas pelos dados fornecidos por Pequim sobre o grau de controlo da doença, acabaram por prejudicar a moral dos analistas e grandes investidores na primeira economia da Zona Euro", diz Méndez.

O índice de confiança dos investimentos do Centro de Investigação Económica Europeia (ZEW) caiu 18 pontos em fevereiro para 8,7 pontos, o que está abaixo do nível de dezembro do ano passado e põe fim a cinco meses consecutivos de recuperação.

O índice ZEW de confiança dos investidores para toda a área do euro caiu de 25,6 para 10,4 pontos.

"Em ambos os casos, esses registos foram uma surpresa muito desagradável para os investidores, especialmente no caso da Zona Euro, já que, longe de esperar uma queda, o consenso do mercado apontava para um aumento deste indicador para 30 pontos", de acordo com Méndez.