EFEBruxelas

A secretária de Estado francesa de Assuntos Europeus, Amélie de Montchalin, pediu esta terça-feira que se encontre um "bom acordo" sobre a relação entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) depois do "brexit", em vez de ceder às pressões do calendário, em referência ao fato de que, em princípio, as negociações irão durar menos de onze meses.

"É importante ter claro que o que procuramos é um bom acordo. Não se trata de ceder à pressão do calendário, de procurar pequenos arranjos ou de fazer compromissos. Trata-se de proteger os interesses dos europeus", disse Montchalin à chegada de uma reunião de ministros europeus para adoptar formalmente o mandato para negociar a relação com o Reino Unido.

Após a saída do Reino Unido da UE a 31 de janeiro, começou um período de transição de 11 meses até 31 de dezembro, em que a legislação da UE continuará a ser aplicada no Reino Unido e durante o qual a futura relação entre as duas partes será negociada.

Embora Londres possa pedir o adiamento deste período por um ou dois anos, até ao final de 2021 ou 2022, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já descartou essa opção.