EFEBruxelas

A taxa de inflação anual na Zona Euro caiu até 0,3% em abril, um mês marcado pelas medidas de confinamento frente à COVID-19, o que representa uma descida de quatro décimas frente ao 0,7% registado em março, informou esta quarta-feira o escritório de estatística comunitária Eurostat.

Em abril de 2019, a taxa de inflação na Zona Euro encontrava-se em 1,7%.

Nos 27, a inflação caiu até 0,7% em abril desde o 1,2% que tinha registado em março, ambas inferiores ao 1,9% que marcou em abril de 2019.

Segundo este organismo, os alimentos, o álcool e o tabaco foram os que tiveram mais peso na taxa de abril (0,67% frente ao 0,46% em março), seguido dos serviços (0,52% comparado com 0,6%), os bens industriais não energéticos (0,09% em abril frente ao 0,13% em março) e a energia (-0,97% em abril frente ao -0,45% em março).

A inflação homóloga subjacente -que exclui os preços da energia e os alimentos frescos- caiu uma décima em abril, até 1,1%, segundo o Eurostat.

As taxas anuais mais baixas foram registadas na Eslovénia (-1,3%), Chipre (-1,2%), Estónia e Grécia (ambos -0,9%), enquanto as mais altas foram na República Checa (3,3%), Polónia (2,9%) e Hungria (2,5%).