EFELondres

A ministra britânica do Comércio Internacional, Liz Truss, disse esta sexta-feira que foram feitos "verdadeiros progressos" nas atuais negociações do Reino Unido com a União Europeia (UE) sobre um futuro acordo comercial.

Apesar de salientar que ainda existe a possibilidade de se chegar a um consenso sobre a futura relação que unirá ambas as partes depois do Brexit, Truss admitiu, em declarações à BBC, que se Bruxelas não estiver disposta a selar um pacto que permita ao seu país "manter a sua soberania", Londres deixará o bloco "em termos semelhantes à Austrália".

O Governo britânico usa frequentemente o exemplo da Austrália, um país que não tem um pacto de livre comércio com a UE, para se referir à opção de um Brexit sem acordo, em que os intercâmbios entre o Reino Unido e os 27 seria feito com base nas regras genéricas da Organização Mundial do Comércio (OMC).

"Queremos conseguir um bom acordo com a UE, um acordo do tipo que têm com o Canadá, que consideramos perfeitamente razoável", explicou a ministra.