EFEFrankfurt (Alemanha)

A "grande maioria dos bancos que o Banco Central Europeu (BCE) supervisiona diretamente tem posições de liquidez cómoda", apesar de alguns problemas que requerem mais atenção.

Este é o resultado do exercício de supervisão que o BCE realizou este ano aos 103 bancos que supervisiona diretamente, que publicou hoje.

Os impactos simulados no exercício foram calibrados relativamente à experiência em supervisão ganha em recentes episódios de crise, sem nenhuma referência a decisões de política monetária.

A análise centrou-se no possível impacto que teriam confrontos de liquidez própria em bancos individuais, mas não analisou as causas desses confrontos ou o impacto de turbulências de mercado maior.

A metade dos 103 bancos que participaram no exercício disse que poderia sobreviver mais de seis meses perante uma situação adversa e mais de quatro meses em relação a / frente a / diante de uma situação extrema.

O BCE define período de sobrevivência como o número de dias que um banco pode continuar a operar usando dinheiro disponível e garantias sem acesso aos mercados de financiamento.