EFEPequim

Beijing Benz, filial do fabricante alemão Mercedez-Benz na China, chamou 1.925 carros às oficinas neste país por supostos problemas nos airbags, informou hoje a agência oficial Xinhua.

Os modelos que vão ser verificados são os C-class e GLC sport fabricados entre janeiro e março de 2018, detalhou a Administração chinesa de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena, responsável do controlo das importações chinesas.

De acordo com a informação, a empresa irá substituir desde 31 de maio os airbags destes modelos porque não proporcionam uma proteção efetiva, o que poderia aumentar o risco de lesões em caso de acidentes.

A multinacional destacou que as reparações vão ser levadas a cabo sem custo algum para os clientes.