EFEMadrid

A agência de rating Moody's mantém a perspetiva da banca europeia como "estável" graças ao ritmo sustentado da recuperação económica e ao bom nível de capital com o qual as entidades contam para fazer frente a insolvências.

Num relatório publicado esta segunda-feira, a Moody's destaca a "boa saúde" da maioria dos sistemas financeiros europeus, sem fazer uma análise aprofundada por países.

Além de valorizar os rácios de capital, o relatório destaca que a recuperação económica será suficientemente forte para "absorver" a eliminação gradual das medidas de apoio.

Porém, a vice-presidenta sénior da Moody's, Maria Cabanyes, afirma que o setor mantém níveis baixos de rentabilidade, ao qual atribuiu às baixas taxas de juro e ao "lento progresso no aumento de tarifas".

Mas a qualidade dos empréstimos "debilitou-se menos do que era esperado" à medida que o apoio dos governos se tem reduzido, cuja retirada "gradual" evitará um aumento nos empréstimos problemáticos.

Além disso, os bancos centrais vão manter, segundo a Moody's, uma política monetária "acomodatícia" enquanto a recuperação se consolida.

No entanto, existe o risco de que as perspetivas alterem para negativo se a pandemia piorar devido a Ómicron ou outras variantes do coronavírus que podem representar um risco para a recuperação económica e conduzir a um aumento significativo das taxas de incumprimento para empréstimos no retalho ou corporativos não garantidos.