EFETóquio

A gigante dos videojogos Nintendo colocou fim à produção mundial da família das suas consolas portáteis 3DS depois de nove anos, confirmou a empresa à Efe esta quinta-feira.

"As consolas da família Nintendo 3DS já não se fabricam", assinala um comunicado partilhado na secção dedicada a estas consolas portáteis nas edições para o Japão e Espanha do site oficial da empresa, enquanto o site dos Estados Unidos optou por retirar a secção.

A mensagem foi colocada na véspera, enquanto a "produção finalizou a princípios de 2020", disse à Efe um porta-voz da Nintendo.

A empresa já tinha retirado os dados de vendas da consola e os seus títulos do seu último relatório financeiro, publicado no passado 6 de agosto e correspondente ao primeiro trimestre do seu ano fiscal de 2020, compreendido entre abril e junho.

O primeiro modelo da família de portáteis 3DS foi lançado no Japão a 26 de fevereiro de 2011. Foram depois lançados mais modelos: 3DS XL, 2DS, New Nintendo 3DS, New Nintendo 3DS XL e 2DS XL.

Segundo os últimos dados da Nintendo, a família de consolas 3DS vendeu 75,77 milhões de unidades até finais de 2019, enquanto as cópias de jogos encontram-se nos 383,11 milhões.

Junto às da sua predecessora, a Nintendo DS, as vendas de hardware ascendem a 154,02 milhões de unidades, segundo a empresa, o que as torna nas suas portáteis mais vendidas até à data.

O volume de jogos comercializados em conjunto para a DS e 3DS, que a emprega engloba conjuntamente nos seus dados de vendas, estão em 948,71 milhões de cópias, segundo os últimos dados públicos.