EFEParis

As medidas de confinamento pela COVID-19 representam uma redução da atividade de até um terço nas grandes economias do mundo, segundo a OCDE, que calculou que cada mês em que esta situação se mantenha equivale a uma redução de dois pontos percentuais do produto interno bruto (PIB) em 2020.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) adverte em comunicado esta sexta-feira que muitas economias vão cair numa recessão, algo "inevitável" porque é necessário lutar contra a pandemia e ao mesmo tempo fazer o necessário para que a atividade arranque o mais rápido possível.

Estas previsões foram apresentadas pelo secretário-geral da OCDE, Ángel Gurría, aos líderes do G20 na sua cimeira virtual de quinta-feira, onde ressaltou que são precisas mais ações para absorber o choque económico e uma resposta mais coordenada dos governos para salvaguardar as pessoas e as empresas, que irão sair "muito fragilizadas" da crise.