EFEGenebra

A organização Mundial do Comércio (OMC) determinou hoje que as tarifas impostas pelos Estados Unidos à China em 2018 e 2019, uma das principais frentes de batalha na guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo, são excessivas e inconsistentes com a norma internacional.

As tarifas impostas por Washington "não são consistentes com os princípios da Nação Mais Favorecida da OMC, e excedem as tarifas máximas acordadas pelos EUA" junto do organismo, ressalta a decisão tomada por um painel de especialistas a pedido da China, que levou o caso a Genebra já em abril de 2018.

Em junho desse ano o Governo dos EUA impôs tarifas de 25% a exportações chinesas no valor de 50.000 milhões de dólares, e em setembro ditou outras de 10% (aumentadas a 25% em maio de 2019) a mais exportações oriundas da China no valor de 200.000 milhões de dólares.