EFELisboa

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, disse hoje que os bancos devem ao país uma contribuição "muito importante" pelos anos da última crise e agora é o momento de retribuirem os portugueses por aquele apoio.

"Cada português contribuiu para viabilizar os bancos. Neste momento, sabendo que a banca está estabilizada, é uma ocasião de retribuirem os portugueses pelo que fizemos", disse em declarações a jornalistas em Vila Franca da Xira.

O presidente português considerou que a banca deve "uma contribuição muito importante" ao país devido à crise e considera que é por isso que deve agora entrar na "corrida contra o relógio" contra a pandemia de coronavírus e os seus efeitos sociais e económicos.

"Um dia mais tarde é pior do que um dia mais cedo. A economia precisa de dinheiro mais cedo, as famílias precisam de dinheiro mais cedo, os trabalhadores precisam de trabalho mais cedo, de salários mais cedo. Essa luta também é da banca", defendeu.