EFEMadrid

A companhia aérea irlandesa Ryanair anunciou esta segunda-feira o lançamento de uma campanha de contratação de 2.000 novos pilotos para tripular os aviões que serão entregues nos próximos três anos, tempo em que espera recuperar após a pandemia do coronavírus.

A Ryanair explicou em comunicado que investiu numa nova frota de 210 aviões Boeing 737-8200, que serão entregues nos próximos três anos, tendo já recebido o primeiro.

Como tal, lançou esta campanha de contratação na qual a maioria das vagas de capitão serão preenchidas através de promoção interna, criando oportunidades para a substituição de Primeiros Oficiais e, em última hipótese, para novos pilotos cadetes que poderão começar assim a sua carreira na empresa.

Os cursos de formação terão lugar ao longo de 2021 de modo a que os pilotos estejam prontos para o verão de 2022. Como anunciado pela Ryanair, estes novos contratados irão cobrir postos em toda a Europa.