EFECOMLisboa

A agência Standard and Poor's (S&P) manteve a classificação creditícia de Portugal em "BBB", dois níveis acima do lixo, mas reviu a perspectiva de "estável" a "positiva", o que abre a porta a uma futura melhora.

A S&P, que em março já subiu a nota da dívida, destacou em comunicado o bom desempenho orçamental demonstrado pelo país.

Além disso, considerou que as eleições legislativas do próximo dia 6 de outubro -para as que o governante Partido Socialista é o claro favorito em todas as sondagens- não vão ter um resultado que altere a política orçamental atual.

Após se conhecer a decisão do S&P, o Ministério das Finanças afirmou em comunicado que a melhoria da perspectiva "beneficia as condições de financiamento do Estado, das famílias e das empresas".

Nesse sentido, lembrou que as obrigações portuguesas a 10 anos negociam abaixo de 0,3% no mercado secundário e a diferença com as de outros países reduziu-se.