EFEParis

A petrolífera francesa Total anunciou esta segunda-feira que fechou um acordo para transferir à brasileira Petrobras a sua participação num projeto de exploração na Foz do Amazonas.

O acordo com a Petrobras foi selado no dia 24 de setembro, e "a sua conclusão depende dos direitos preferenciais de compra dos parceiros do projeto e da aprovação das autoridades reguladoras", detalhou a Total em comunicado.

Esse projeto, muito criticado por ambientalistas, está situado na Foz do Amazonas e inclui cinco blocos de exploração. A Total já tinha anunciado no dia 7 a desistência do cargo de operadora do projeto, no qual trabalhava junto à Petrobras e BP.

O grupo francês anuncia agora a sua retirada completa, após ter sido criticado pela Greenpeace devido à proximidade das perfurações num recife de coral, que, segundo a organização ambientalista, corria perigo em caso de um derrame de petróleo.

A Total argumentava que não havia recifes nesta zona de exploração (situada a 120 quilómetros do litoral brasileiro), e que os mais próximos estavam a uma distância de 28 quilómetros.