EFEMadrid

O representante da empresa Tous assegurou esta quarta-feira num tribunal espanhol que as suas jóias cumprem com as garantias, incluídas as de prata, reconhecendo a possível presença no seu interior de materiais não metálicos devido ao uso de uma técnica legal que confere maior estabilidade à peça.

A declaração na qualidade de investigada da empresa catalã é realizada dentro das investigações abertas após uma denúncia apresentada pela Procuradoria, que afirma que a Tous tem vendido jóias recheadas de substâncias não metálicas apesar de as publicitar como se fossem integralmente de ouro ou prata.

Durante o interrogatório, a empresa, que só respondeu a perguntas do Ministério Público, negou as acusações e explicou que usa nas suas peças em prata a técnica de eletroformado, segundo a qual a jóia poderá incorporar núcleos não metálicos dependendo do tamanho, forma e metal precioso em questão.

A este respeito, alegou que sem esta fórmula seria impossível fazer peças de determinados volumes, pois não teriam estabilidade, e que, como tal, não impede que o produto final seja sempre de primeira lei.