EFETóquio

A fabricante automobilística japonesa Toyota Motor e o grupo tecnológico Softbank anunciaram esta sexta-feira um acordo com a plataforma de transporte Uber para investir mais 1.000 milhões de dólares (889 milhões de euros) destinados a desenvolver tecnologias de condução autónoma.

O acordo, no qual também participa a produtora japonesa de peças automotivas Denso, inclui a criação de uma entidade conjunta chamada Advanced Technologies Group (ATG) e quer "acelerar o desenvolvimento e a comercialização de serviços automatizados de transporte compartilhado", informaram as empresas em comunicado conjunto.

A Toyota Motor e a Denso vão fornecer juntas 667 milhões de dólares (593 milhões de euros), enquanto o fundo tecnológico Softbank Vision vai contribuir com outros 333 milhões de dólares (296 milhões de euros), segundo detalharam as partes.

O investimento da Toyota soma-se ao já realizado pela maior fabricante de veículos do Japão na Uber em agosto do ano passado, de 500 milhões de dólares (444 milhões de euros), para desenvolver conjuntamente veículos autónomos e oferecer modelos deste tipo para o serviço de transporte nos EUA até 2021.

O grupo Softbank é, por sua vez, o maior acionista da Uber, após ampliar para 15% a sua participação multimilionária na empresa, com sede em San Francisco (Estados Unidos), através do seu fundo de investimento.