EFEWashington

O presidente americano, Donald Trump, adiou esta sexta-feira por seis meses a sua decisão sobre a imposição de tarifas à importação de veículos com que ameaçou a União Europeia (UE) e o Japão, informou a Casa Branca.

"O processo de negociação será conduzido pelo representante de Comércio Exterior dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e, caso não se alcancem os acordos dentro dos próximos 180 dias, o presidente irá determinar se se devem tomar medidas adicionais e quais", afirmou o escritório presidencial em comunicado.

O Governo dos EUA justificou a possibilidade de impor tarifas a esses bens em que "a defesa e a superioridade militar" do país dependem da competitividade da indústria automóvel e da investigação e desenvolvimento que gera.