EFEMérida

O Ballet Imperial Russo vai representar nos dias 29 e 30 de dezembro em Cáceres e Mérida, respetivamente, "O Lago dos Cisnes" no âmbito da sua digressão de inverno 2018-2019 por mais de 30 cidades espanholas.

Sob a direção de Gediminas Taranda, o nome da Companhia é uma homenagem à memória da família imperial da Rússia, que fez uma grande contribuição ao desenvolvimento da cultura russa, incluída a criação dos teatros Bolshoi e Mariinsky, onde nasceu e cresceu a glória do ballet russo, segundo se relembra em comunicado.

O Ballet Imperial Russo é herdeiro da escola russa de ballet, foi criado por iniciativa de Maya Plisetskaya em 1994 e o seu diretor artístico foi estrela do Teatro Bolshoi e estudou a carreira de coreógrafo sob a direção de Yury Grigorovich.

Gediminas Taranda é atualmente o mais destacado diretor artístico de grandes eventos da Rússia, condecorado pelos seus méritos como Artista de Honra da Rússia (2005) e Ordem de Diaguilev (2008).

A companhia reside em Moscovo, embora seja conhecida mundialmente graças às suas digressões nacionais e internacionais por países como a Austrália, Nova Zelândia, China, Japão, Finlândia, Brasil, França ou Espanha, entre outros.