EFEBadajoz

O maestro da Orquestra Sinfónica de Bratislava, David Hernando, vai conduzir a Orquestra da Extremadura (OEx) no próximo 19 de julho, no Palácio de Congressos de Badajoz, num concerto de cinema no marco do XXV Festival Ibérico de Cinema.

O espetáculo inclui versões originais de compositores e de filmes espanhóis na sua primeira parte, e obras de maestros internacionais na segunda, segundo informou esta segunda-feira a organização do certame em comunicado.

David Hernando é um dos maestros espanhóis com mais experiência na realização de gravações, "muito especialmente na música de cinema", onde trabalhou com compositores como Hans Zimmer, Lorne Balfe e Brian Tyler.

Também trabalhou para artistas como Michel Legrand, Raphael e Rocío Jurado em vários concertos com a Orquestra Sinfónica de Bratislava, a qual fundou em 2000.

Como maestro da orquestra eslovaca realizou gravações de todo o tipo de estilos musicais, desde música clássica e contemporânea até bandas sonoras para filmes, muitas delas vencedoras de grandes prémios internacionais.

Ao todo realizou mais de 500 gravações em diferentes países, como Alemanha, Estados Unidos, Reino Unido, França, Espanha, Itália, Finlândia e China, e trabalhou para múltiplas editoras.

No programa do concerto vai-se ouvir a música de Roque Baños no filme "Balada triste de trompeta", de Pascal Gaigne em "Loreak" e "Lasa y Zabala", ou de Zacarías M. de la Riva em "Tadeo Jones 2: Tadeo Jones el secreto del rey Midas", entre outras.

Além disso, a OEx vai interpretar obras compostas por Max Steiner em "Gone with the Wind", de Ennio Morricone em "The Mission", de James Newton Howard em "King Kong", e a composição de John Williams em "Hook", entre outros temas.