EFEBadajoz

A Deputação de Badajoz beneficiou de cinco projetos de cooperação transfronteiriça aprovados na segunda convocatória do Programa Operativo de Cooperação Transfronteiriça Interreg V-A Espanha-Portugal 2014-2020, no valor de 1,67 milhões de euros, com 1,25 milhões de ajudas FEDER.

Trata-se dos projetos "Caminos", "Globaltur-Euroace", "Eurobird", "Localcir" e "Biotrans", os dois primeiros liderados pela Deputação como principal beneficiado através da Área de Desenvolvimento Local e nos três restantes com participação como parceiro, segundo informa a instituição provincial em comunicado.

Nesta segunda convocatória foram apresentadas 295 candidaturas, com 96 aprovadas, com uma atribução total de mais de 84 milhões de euros em ajudas FEDER.

Para o projeto "Globaltur-Euroace", que pretende fomentar o desenvolvimento económico das zonas rurais através do turismo e revalorizar o seu património histórico, cultural e natural, a Deputação conta com um orçamento de 613.919 euros.

Por sua parte, o objetivo do projeto "Caminos" é trabalhar na melhoria dos caminhos jacobeos do Oeste peninsular e potencializar o seu caráter transfronteiriço, contribuindo para o desenvolvimento sustentável dos territórios envolvidos.

A Deputação de Badajoz conta com um orçamento de 300.000 euros para este projeto, para o qual, como no anterior, se conta com diversas instituições parceiras.

O projeto "Eurobird" promove a conservação, proteção e promoção do património natural e cultural do território "eurobird" da Extremadura e do Alentejo.

Quanto ao projeto "Localcir", liderado pela Junta, ao qual a Deputação destina 285.000 euros, procura-se o empreendedorismo e a inovação das empresas em economia verde e circular, fomentando novos produtos e processos baseados na sustentabilidade local para melhorar a competitividade das empresas rurais.

Por último, o projeto "Biotrans", liderado também pelo Executivo autónomo, tem como objetivo a gestão integrada da biodiversidade no Centro-Alentejo-Extremadura através da implementação de diferentes ações. O orçamento da Deputação neste caso é de 349.396 euros.