EFEBadajoz

Badajoz, Elvas e Campo Maior acordaram esta terça-feira solicitar à União Europeia (UE) a manutenção durante 2020 do financiamento que a iniciativa comunitária "Interreg" fornece às diferentes ações que estes três municípios realizam dentro do seu projeto de eurocidade, denominado "Eurobec".

O presidente da Câmara Municipal de Elvas (Portugal), Nuno Mocinha, explicou após a reunião desta terça-feira entre os responsáveis destas cidades em Badajoz que uma das suas próximas atuações será impulsionar as iniciativas para que a cidadania se envolva mais no projeto.

Procura-se, explicou, que conheçam as vantagens que representa passar de viver num município em exclusivo a fazê-lo dentro de um meio de eurocidade.

Segundo a sua opinião, uma das questões mais importantes é que as diferentes ações da "Eurobec" não sejam vistas como iniciativas pontuais, mas tenham uma repercussão para o futuro dos cidadãos da cidade extremenha e das duas portuguesas.

Por sua parte, o autarca de Badajoz, Francisco Javier Fragoso, precisou que se vai pedir este prolongamento a Europa para que se mantenha o financiamento atual do "Interreg", entre outros motivos, "porque em Portugal foi longo o trâmite para a constituição oficial da eurocidade, o que impedia até esse momento realizar ações".

Fragoso explicou que o objetivo é avançar também na promoção turística da eurocidade através do projeto de um produto turístico que potencialize esta região, baseado na sua riqueza monumental, gastronómica, de festas e ornitológica.