EFEBadajoz

O impulso ao autoconsumo energético quer pelo Estado quer pelas diversas comunidades autonómicas como a Extremadura faz com que se vislumbre um potencial para o qual a região já se prepara devido ao importante nicho de mercado que irá representar.

"O boom do autoconsumo vai producir-se já daqui ao final de ano, pelo que é preciso estarmos prontos", afirmou à Efe o presidente do Cluster da Energia da Extremadura, Vicente Sánchez.

Sánchez acredita que o autoconsumo "vai ser uma autêntica revolução" e por isso desde o Cluster estão a dar informação, assessorar e encorajar a entrada nesta área.

A instalação de sistemas de autoconsumo energético é "completamente transversal", disse, pois a instalação dos painéis solares, por exemplo, movimenta diferentes setores.

No relativo às poupanças económicas, irão beneficiar-se cidadãos e empresas, pois desde o turismo e os seus estabelecimentos à construção e os edifícios de consumo zero que agora se impulsionam, ou a pecuária e as suas explorações vão precisar destes sistemas.