EFEMérida

A Direção Geral de Turismo vai promover a Extremadura como "um dos melhores" destinos de natureza da Europa na feira de turismo ornitológico "Asian Bird Fair", que será realizada de 27 de setembro a 1 de outubro em Kuching, na ilha malaia de Bornéu.

Desta forma, a região vai participar pela segunda vez consecutiva num evento que se organiza anualmente num país do sudeste asiático e reúne destinos, operadores e organizações conservacionistas de 24 países, entre eles a China, Tailândia, Singapura, Coreia do Sul ou Estados Unidos, explicou a Junta da Extremadura em comunicado.

Para isso, o Turismo da Extremadura terá um expositor onde facilitar informação aos visitantes, profissionais e público geral, e irá organizar uma conferência dentro do programa oficial da décima edição desta feira sobre natureza, cultura e património histórico.

A Extremadura está considerada uma "referência" em turismo ornitológico pela quantidade de aves que se podem observar no seu território, ao redor de 340 espécies, assim como a variedade de ecossistemas, desde planos ou terrenos húmidos a devesas, rochedos e cultivos agrícolas, destacou.

Com mais de 60 espaços naturais, entre eles o Parque Nacional de Monfragüe, a região concentra 35% das espécies de aves europeias protegidas e 74% da sua superfície está incluída no inventário de Áreas Importantes para as Aves.

A estes recursos naturais junta-se a existência de um setor que se especializou em oferecer serviços e produtos dirigidos ao turista ornitológico e ao fotógrafo de natureza, já que existem mais de 80 alojamentos, guias de natureza, empresas de atividades, agências de viagens, centros de informação e escritórios de turismo que fazem parte do "Club Birding in Extremadura", iniciativa pioneira em Espanha coordenada pela Junta da Extremadura.