EFECáceres

O diretor-geral de Turismo da Junta da Extremadura, Francisco Martín, afirmou hoje que a região vai terminar 2018 com um novo recorde de visitantes, já que até 30 de novembro foram registados 1.748.602, o que irá permitir aumentar o dado de 2017 e, pelo terceiro ano consecutivo, conseguir um novo recorde.

Em conferência de imprensa em Cáceres, Martín explicou que a despesa foi "notavelmente superior" e que se registou um crescimento de 3,74% em dormidas totais.

Os dados definitivos não se vão conhecer até finais de janeiro, mas fica claro que se vai superar o número do ano passado, quando foram registados 1.769.155 turistas.

As dormidas nos últimos onze meses de 2018 superaram as de 2017: 298.335 frente a 283.352.

"Objetivo alcançado", assinalou Francisco Martín, que realizou um balanço turístico da Extremadura no Edifício Múltiplo de Cáceres.

O diretor-geral de Turismo da Extremadura destacou ainda o aumento dos viajantes estrangeiros em 2018 (298.335) frente aos 283.352 de 2017.

"São dados bons; não para a autocomplacência mas sim para aumentar a auto-estima. Estamos a responder às reivindicações do setor", sublinhou Martín.

"O turismo na Extremadura cresce mais que em Espanha", explicou.

Assim, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol, a Extremadura regista 3.228.428 dormidas (quase mais 90.000 que em 2017), enquanto em Espanha caem 0,9%.

Quanto aos viajantes internacionais, estes cresceram 10,93%, com Portugal, Reino Unido, França, Alemanha e o Benelux como os principais mercados para a região.