EFEMérida

A Federação Espanhola da Devesa (Fedehesa) e Centro de Investigações Científicas e Tecnológicas da Extremadura (Cicytex) participaram numa atividade gastronómica em Bruxelas (Bélgica) através da empresa pública "Extremadura Avante" com o objetivo de divulgar os produtos da devesa da região.

A ação, que se realizou no marco do projeto de cooperação transfronteiriça extremenha-lusa "Prodehesa Montado", esteve dirigida ao público profissional do setor agroalimentar, importadores, proprietários de cadeias de distribuição, restaurantes ou lojas gourmet, informou hoje a Fedehesa em comunicado.

A presidente da Fedehesa, Pía Sánchez, explicou aos assistentes a importância da devesa, uma superfície de quatro milhões de hectares que é "sentida" pelos habitantes do sudoeste da Europa como "um património meio ambiental, sentimental e cultural" do qual é preciso cuidar.

No entanto, precisou que há muitos problemas atuais que ameaçam a devesa e que podem levar ao seu desaparecimento.

Além disso, destacou que o presunto ibérico de bolota é exclusivo da devesa espanhola, um produto de qualidade e prezado por gourmets de todo o mundo, cuja permanência nas despensas vai depender da proteção deste espaço natural por todos.