EFEBadajoz

O I Festival Internacional de Cinema de La Siberia "Reyes Abades", que presta homenagem ao especialista extremenho em efeitos especiais, recebeu um total de 205 trabalhos, entre os quais foram selecionados 60 que serão projetados em diferentes municípios de 19 a 25 de julho.

Vai-se premiar 21 destes trabalhos nas distintas categorias, segundo informaram em conferência de imprensa a vice-presidente da Deputação de Badajoz, Virgínia Borrallo, a presidente do Ceder La Siberia, Rosa María Araújo, e o diretor do certame, José Antonio Morales.

O objetivo desta iniciativa, relacionada com a etnografia e a mulher no meio rural, é promover e potencializar a comarca de La Siberia, recentemente distinguida como "Reserva da Biosfera".

Ao festival, com caráter internacional, chegaram trabalhos de Espanha, França, Itália, Alemanha, Bélgica, Holanda, Bulgária, Turquia, Israel, Egito, Senegal, Tanzânia, Irão, Índia, Taiwan, Estados Unidos, México, Nicarágua, El Salvador, Cuba, República Dominicana, Colômbia, Brasil, Peru, Argentina, Chile e Paraguai.

Araújo destacou que o certame nasce como homenagem a Reyes Abades, embaixador de La Siberia e célebre profissional dos efeitos especiais no cinema.