EFEBadajoz

A Universidade da Extremadura (UEx) e a Deputação de Badajoz organizaram uma Classe de Flamengo, procurando divulgar e potencializar este património cultural imaterial da humanidade através de conferências práticas com artistas e especialistas na matéria.

O dançarino de flamenco e coordenador do projeto Jesús Ortega explicou esta terça-feira em conferência de imprensa que a primeira destas conversas será no próximo dia 10, a cargo da flautista Ostalinda Suárez, que irá falar sobre a "presença dos instrumentos melódicos no flamenco atual".

A 14 de novembro, o próprio Ortega e o investigador Paco Zambrano falarão sobre os cantos e bailes extremenhos.

Por último, a 12 de dezembro, as duas últimas conferências, uma sobre guitarra, por Periquito de Paula, e outra sobre cantos com o jornalista Antonio Alcántara.

Todas as conversas estão marcadas para o Plenário da Deputação de Badajoz e cada conferencista estará acompanhado de artistas como Juan Manuel Moreno, Josué Porrina, Alejandro Vega, Manuel Pajares, José Gómez "Fefo", Juan Vargas, Francisco Escudero "El Perrete" ou José Ángel Castilla.