EFEBadajoz

A Jovem Orquestra Nacional de Espanha (JONDE) vai interpretar pela primeira vez na Extremadura "A Consagração da Primavera", de Igor Stravinsky, no encerramento do XXXVI Festival Ibérico de Música organizado pela Sociedade Filarmónica de Badajoz.

O concerto, marcado para o próximo dia 19 às 20:30, hora espanhola, no Palácio de Congressos Manuel Rojas de Badajoz, estará conduzido por Jordi Francés, que irá comandar os mais de cem músicos que integram esta orquestra nacional.

A Sociedade Filarmónica informou em comunicado que além de "A Consagração da Primavera", uma das obras musicais mais influentes do século XX, irão tocar "La procesión del Rocío", de Joaquín Turina, e uma seleção das suites 1 e 2 do ballet "Romeo e Julieta".

A JONDE volta a Extremadura depois da sua participação no Festival Ibérico de Música em 2017, no qual interpretou outra das grandes obras sinfónicas, a Nona Sinfonia de Mahler.

A "inovadora e vanguardista" obra do compositor russo Igor Stravinsky estreou-se no Teatro dos Campos Elísios de Paris em 1913 e conta a história do rapto e sacrifício pagão de uma donzela no início da primavera na Rússia antiga.