EFEPlasencia (Cáceres)

A fêmea de lince ibérico "Haima" deu à luz quatro crias no centro de criação em cativeiro de Zarza de Granadilla (Cáceres), gerido pelo Organismo Autónomo Parques Nacionais (OAPN).

Segundo informou esta quarta-feira o Programa de Conservação Ex-situ do Lince Ibérico em comunicado, é o primeiro parto que acontece no centro de Cáceres no marco da temporada de criação de 2019.

Na tarde do último sábado "Haima", que esteve emparelhada com o macho "Juncabalejo", deu à luz quatro crias "às quais esteve a prestar atenção perfeitamente desde o início", destacaram os técnicos do centro.

O centro de criação extremenho emparelhou este ano cinco fêmeas, que já copularam, pelo que os próximos partos são esperados entre os dias 20 e 21 de março.

O Programa de Conservação Ex-situ do lince ibérico para a temporada de criação de 2019 estabeleceu um total de 26 pares, mais três que no ano passado, distribuídos pelos cinco centros de criação em cativeiro adscritos ao projeto de Espanha e Portugal.