EFECáceres

A Câmara Municipal de Montánchez (Cáceres) instalou um miradouro celeste no seu castelo moçárabe do século XII, declarado património histórico espanhol, e entrou a fazer parte da rede de espaços da Junta da Extremadura que potência o turismo astronómico.

"Fizemos uma aposta inovadora por este novo recurso turístico, ao aproveitar a qualidade do nosso céu e o valor do nosso património", declarou à Efe a presidente da Câmara de Montánchez, María José Franco.

O castelo conta uma pedra fresada, sobre a que se reflexa o firmamento para poder interpretar as estrelas.

A pedra foi fabricada para suportar condições climatológicas extremas e conta com um sistema energético autónomo, baseado numa placa solar.

O investimento, de 16.000 euros, foi realizado integralmente pela Câmara.