EFEBadajoz

O Museu Veterinário de Badajoz (MUVET) irá incorporar a partir do próximo outono um espaço destinado a todo o relacionado com a parasitologia, onde entre outros vão poder ver-se alguns dos parasitas mais conhecidos.

O presidente do Colégio de Veterinários de Badajoz, José Marín, explicou à Efe que neste espaço vão poder ver-se parasitas que incidem nos animais, mas também no ser humano, conservados em álcool ou formol.

Um dos principais espaços é o dedicado ao verme da triquina, com diversos triquinoscopios de projeção, desde os mais antigos às técnicas modernas, ou com uma maqueta em 3D onde se apreciam larvas de triquina enquistadas numa fibra muscular humana por comer carne animal sem os devidos controlos.

Também irão poder ver-se os enormes ascaris (alguns alcançam o meio metro) que afetam o porco; os piolhos que afetam também a este animal, larvas que causam o oestrus nas ovelhas ou ténias do coelho, entre outros.