EFEMérida

O Patronato da Fundação Academia Europeia e Ibero-americana de Yuste aprovou o plano de atuação para 2019, formado por um programa de uma centena de atividades, que contribuirão para continuar a aprofundar o estudo e análise da realidade europeia, assim como a impulsionar e consolidar os vínculos entre a Extremadura, a Europa e a Ibero-América.

A principal atividade da Fundação é o Prémio Europeu Carlos V, algo que organiza anualmente a 9 de maio, coincidindo com o Dia da Europa, e sob a presidência do Rei Felipe VI de Espanha.

A Fundação vai anunciar a próxima convocatória para apresentar propostas a este prémio no início de 2019.

Entre as outras atividades, destaque para o programa formativo Campus Yuste, com os cursos internacionais de verão, organizados em parceria com a Universidade da Extremadura, e a Classe Euro-Ibero-América, que inclui conferências de especialistas em distintos centros universitários.

O âmbito académico e de investigação da Fundação vai-se centrar em atividades já consolidadas, tais como as "Bolsas de estudos Europeias de Investigação e Mobilidade Prémio Europeu Carlos V", e o seminário de doutoramento no qual se apresentam as contribuições selecionadas através desta bolsa de estudos, e a do "Prémio de Investigação a Tese de Doutoramento Fernando Serrano Mangas. Relações entre a Ibero-América, a Europa e Extremadura".