EFEBadajoz

Os estabelecimentos de turismo rural da Extremadura esperam uma ocupação de 45% na véspera de Natal, percentagem que se eleva a 70% para a Passagem de Ano.

A presidente da Federação Extremenha de Turismo Rural (Fextur), Victoria Bazaga, explicou à Efe que, segundo as reservas realizadas até agora, a ocupação vai manter-se nos níveis do ano passado.

No caso da Passagem de Ano, os clientes vão ser extremenhos que decidem iniciar 2019 num entorno diferente, assim como emigrantes que retornam à região.

Os factos de que para bastantes cidadãos não sejam muitos dias seguidos de festa, ou ter tido férias durante a ponte da Constituição (dezembro), va diminuir a ocupação na Passagem.

Além disso, o impacto da Black Friday leva a muitas pessoas a optar pelas compras em detrimento de uma viagem em dezembro.