EFEMérida

O Conselho Internacional de Coordenação (CIC) do Programa sobre o Homem e a Biosfera (MaB), reunido na sede da UNESCO em Paris e constituído por 34 países, aprovou esta quarta-feira a declaração de La Siberia como Reserva da Biosfera, a primeira da província de Badajoz e terceira da Extremadura.

Dá assim os seus frutos o trabalho conjunto realizado durante três anos por diversas instituições (Junta da Extremadura, Deputação de Badajoz, Confederação Hidrográfica do Guadiana, CEDER La Siberia e Câmaras Municipais) e a cidadania.

Este reconhecimento vem valorizar o património natural e cultural siberiano e aprova o plano de ação apresentado pela candidatura, que aposta por um desenvolvimento social e económico desta comarca baseada na sustentabilidade, segundo informa o CEDER em comunicado.