EFEMérida

O musical "Vlad", baseado no romance "Drácula" de Bram Stoker e adaptado por Plácido Domingo Junior, chega à Extremadura com três representações numa versão que pretende mostrar o protagonista como um "herói romântico mais do que como um monstro".

O Palácio de Congressos de Badajoz será o primeiro a receber esta obra teatral musicalizada, na qual Drácula está dividido entre destruir o mundo ou entregar-se ao seu amor. A representação será este sábado, 21 de setembro, às 20:30, hora espanhola.

A obra, na qual Plácido Domingo Junior quis dar uma imagem mais humanizada da personagem de Drácula afastada do romance original, tendo apenas escolhido as personagens, a época e os aspectos que mais lhe interessavam, vai passar depois por Mérida e Cáceres, a 8 e 9 de novembro, respetivamente.

O diretor do musical, Antonio Guijosa, explicou à Efe que o espetáculo foi composto por Plácido Domingo Junior e escrito por Samantha J. Freeman originalmente em inglês, mas foi adaptado ao castelhano por Javier Ibarz.

Guijosa destacou que Plácido Domingo Junior criou um Vlad "diferente e mais humano", na qual a mítica personagem de Drácula se apresenta como "um herói", que inclusivamente "pode considerar-se um mártir", algo que "não tem nada a ver com o monstro do romance".