EFEBerlim

A Alemanha declarou hoje persona non grata dois diplomatas russos após o assassinato de um cidadão georgiano-checheno em Berlim no passado mês de agosto, uma morte que está a ser investigada pelo Ministério Público sob suspeita de que foi ordenada diretamente por Moscovo ou pela República do Cáucaso do Norte da Chechénia.

De acordo com o Artigo 9 da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, "o Ministério dos Negócios Estrangeiros declarou hoje e imediatamente persona non grata dois funcionários da embaixada russa em Berlim", informou a diplomacia alemã em comunicado.