EFEWashington

Um corte de energia elétrica afetou na segunda-feira, durante várias horas, diferentes regiões de Washington, deixando milhares de utentes no escuro, informou a companhia encarregada do serviço na capital dos Estados Unidos sobre o segundo apagão ocorrido no país em menos de três dias.

O jornal "The Washington Post" informou, citando fontes da companhia de energia elétrica Pepco, que a emergência afetou 7 mil casas e empresas no Distrito de Columbia, onde está localizada a capital americana, enquanto outros média estimavam que pouco mais de 4 mil clientes ficaram às escuras.

No seu site, a Pepco afirmou pouco que depois de 1h20 (5h20 GMT) que menos de cinco utentes estavam sem eletricidade, e assegurava que as causas estavam "sob investigação".

A Pepco indicou inicialmente na sua conta do Twitter que "alguns clientes nas alas 5, 6, 7 podem estar a passar por uma interrupção no momento. Estamos a trabalhar muito para a sua restauração", sem fornecer maiores detalhes sobre os motivos do corte.

No último sábado, um apagão afetou o oeste de Nova Iorque, deixando cerca de 72 mil clientes no escuro.

Nas cinco horas que durou o apagão, das 18h47 (hora local) do sábado até à meia-noite, cerca de 400 polícias e 100 agentes de trânsito participaram nos trabalhos de emergência, enquanto que 400 pessoas que ficaram presas em elevadores foram resgatadas.

As autoridades nova-iorquinas descartaram no domingo que o apagão tivesse sido resultado de um ataque, e ontem a companhia elétrica Con Edison informou que o problema aconteceu por causa de um defeito num cabo de distribuição que não foi isolado corretamente.