EFELos Angeles (EUA)

O ator e ex-governador da Califórnia (2003-2011) Arnold Schwarzenegger considera que o presidente dos EUA, Donald Trump, está "apaixonado por ele" e quer ser como o intérprete da saga "Terminator".

Numa entrevista com a revista Men's Health, publicada esta terça-feira, o ator respondeu desta maneira ao ser perguntado sobre Trump, com o qual manteve uma tensa relação desde que Schwarzenegger apoiou John Kasich durante as últimas primárias republicanas.

"Acho que está realmente apaixonado por mim. Essa é a realidade com Trump, ele quer ser eu", respondeu o ator.

Na entrevista, Schwarzenegger ressaltou que quando encontrou Trump em eventos de "tempos passados", como "combates de luta livre", o atual inquilino da Casa Branca "admirou sempre as pessoas com bons corpos" e com talento para o espetáculo.

Curiosamente, a vida de Trump e de Schwarzenegger têm um paralelismo evidente, pois ambos destacaram-se na indústria do entretenimento antes de dar o seu salto à política: O primeiro como presidente dos EUA e o segundo como governador da Califórnia, o estado mais habitado e rico do país.

Além disso, os dois políticos apresentaram temporadas diferentes do programa "The Celebrity Apprentice", que foi originalmente comandado por Trump, que deixou o posto para se concentrar na sua campanha eleitoral, durante a qual criticou os maus resultados de audiência obtidos desde 2017 por Schwarzenegger, o seu substituto no pequeno ecrã.

"Queixo-me sempre que Trump não é capaz de deixar de ser Trump e passar a ser presidente", afirmou.

"Bom, a razão pela qual digo isto é porque vi isso em mim, que não era capaz de passar de Arnold a governador. Ainda estava preso como Arnold", acrescentou.