EFEViena

A Áustria registou um aumento no número de novos casos de coronavírus nos últimos dias, elevando o número de contágios ativos para 1.012, ultrapassando a marca de mil pela primeira vez desde 19 de maio.

Segundo dados publicados esta segunda-feira pelo Ministério da Saúde austríaco, nas últimas 24 horas foram detetados 85 casos de COVID-19, pouco menos do que as mais de 100 infeções diárias confirmadas nos três dias anteriores.

A maioria desses novos casos (57) ocorreu na região da Alta Áustria, ao longo da fronteira com a Baviera alemã, onde as autoridades descobriram vários surtos, três deles em fábricas de processamento de carne nas cidades de Ried, Wels e Braunau, com um total de 12 trabalhadores infetados.

A curva de casos diários caiu drasticamente no mês de maio, quando houve dias com apenas 10 ou 12 infeções, e mais uma vez mostrou uma tendência ascendente após várias fases de relaxamento das restrições impostas em março para conter a pandemia.

O número total de infeções ativas pelo coronavírus é hoje mais do que o dobro de meados de junho, quando caiu para o nível mais baixo até ao momento, com cerca de 400 casos.

Por enquanto, as autoridades austríacas, embora tenham manifestado a sua preocupação, continuam com seu plano de flexibilização e estão empenhadas em controlar os surtos. Além disso, contam com uma ampla capacidade hospitalar, pois apenas 78 dos pacientes se encontram atualmente internados.

Desde o primeiro surto da pandemia em março, a Áustria registou um total de 18.365 infetados, com 706 mortes e 16.647 recuperados.