EFEIslamabad

Um avião Airbus A320, com 99 passageiros e oito tripulantes a bordo, despenou-se esta sexta-feira numa área residencial da cidade de Karachi, no sul do Paquistão, no momento em que se preparava para aterrar.

"Despenhou-se perto do aeroporto de Karachi. Estava a um minuto do aeroporto e caiu numa área residencial", disse à Efe o porta-voz da Autoridade de Aviação Civil do Paquistão, Abdul Sattar, sem confirmar se há sobreviventes.

O porta-voz afirmou que o avião transportava 99 passageiros e oito tripulantes da cidade de Lahore para Karachi, capital económica do país asiático.

"Não posso dizer os danos neste momento, nem o motivo (do acidente), pois é demasiado cedo", disse Sattar.

O escritório de Comunicação do Exército do Paquistão (ISPR) informou em comunicado que enviou helicópteros e tropas para a área do acidente para realizar operações de resgate.

O Governo de Karachi colocou em alerta os principais hospitais da cidade.

As televisões locais mostravam imagens de uma enorme coluna de fumo a sair de uma área residencial.

Assim que tomou conhecimento do acidente, o ministro da Aviação, Ghulam Serwar, ordenou o início de uma investigação para descobrir as causas.

O país asiático viveu uma das suas piores tragédias aéreas em 2012, quando 138 pessoas morreram num acidente de avião perto de Islamabad.

Em dezembro de 2016, outro acidente matou 48 pessoas numa viagem entre Chitral (norte) e Islamabad.