EFEKiev

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, reuniu-se com o ator americano Ben Stiller, que visitou a Ucrânia na qualidade de embaixador de boa vontade da Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR).

"É o meu herói, o que está a fazer é enorme", disse esta segunda-feira o ator, realizador e guionista ao presidente ucraniano quando o cumprimentou em Kiev.

O protagonista de "Zoolander" mostrou-se impressionado pela forma como Zelensky tem conseguido comandar o país e os seus cidadãos, algo que descreveu como "inspirador", e recordou o seu passado como ator de comédia, algo partilhado por ambos.

Zelensky disse-lhe que também "era uma honra para ele" conhecê-lo e dar-lhe as boas-vindas à Ucrânia, e indicou que conhecia toda a sua trajetória em Hollywood.

Stiller e a representante da ACNUR na Ucrânia, Karolina Lindholm Billing, visitaram o escritório do presidente após fazer um percurso por alguns dos assentamentos que foram ocupados pelos russos na região de Kiev.

Visitaram, em particular, as zonas residenciais em ruínas de Irpin, onde falaram com as pessoas que sobreviveram à ocupação, segundo informou o website do presidente ucraniano.

"Uma coisa é ver esta destruição na televisão ou nas redes sociais. Outra coisa é ver tudo com os seus próprios olhos. Isso é bem mais impactante", disse Ben Stiller a Zelensky.

"O que viu em Irpin é definitivamente horrível. Mas é ainda pior imaginar o que está a acontecer nos assentamentos que ainda estão sob ocupação temporária no leste", respondeu Zelensky.

O presidente americano e o ator falaram sobre as necessidades das pessoas temporariamente deslocadas na Ucrânia, assim como as que estão na Polónia, que Stiller visitou no dia anterior.

Zelensky e a delegação da ACNUR também abordaram uma maior cooperação das autoridades ucranianas com o organismo internacional.