EFEMadrid

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, teve um lapso e confundiu esta quinta-feira a Suécia com a Suíça durante a conferência de imprensa com a qual fechou a sua participação na cimeira da NATO em Madrid.

Biden estava a falar do convite formal da NATO à Suécia e Finlândia para aderirem à Aliança e recordou quando o presidente da Finlândia, Sauli Niinistö, lhe propôs telefonar à primeira-ministra da Suécia, Magdalena Andersson, mas nesse momento confundiu os países.

"Recebi uma chamada do líder da Finlândia a perguntar se me podia vir ver. E veio no dia seguinte e disse-me 'Apoiaria que o meu país se juntasse à NATO?' Falamos por telefone e sugeriu que ligássemos à líder da Suíça, Suíça".

"Meu Deus, estou aqui a ficar nervoso com a expansão da NATO, da Suécia", autocorrigiu-se.

Não é raro que o presidente dos EUA, de 79 anos, tenha este tipo de lapsos, e no passado o próprio chegou a admitir que é "uma máquina de gaffes".