EFEBruxelas

Há vários Estados membros "ativamente envolvidos" nos contatos que a CE realiza sobre a situação do barco da ONG espanhola Open Arms, que está há 13 dias no Mediterrâneo central à espera de um porto onde desembarcar 147 naufrágos, indicou hoje à Efe um porta-voz do Executivo comunitário.

"Enquanto prosseguem estes contatos e celebramos que alguns Estados membros estejam ativamente envolvidos neles, neste momento não entraremos em detalhes sobre os nossos intercâmbios com os países", assinalaram as fontes.

Em todo o caso, apontaram que França, por sua vez, já confirmou que é um dos países que está em contato com a CE.

A Comissão Europeia ressaltou terça-feira que não pode fazer mais pelos imigrantes resgatados no mar a bordo do Open Arms enquanto os países da União Europeia (UE) não responderem ao seu apelo de solidariedade e proponham uma solução para o desembarque ou realocação destas pessoas.

A porta-voz comunitária Vanessa Mock disse então que a Comissão continuava a "seguir de perto" a situação no Mediterrâneo e que estava em "estreito contato" com os Estados membros.

A ONG Open Arms, enquanto isso, pediu esta quarta-feira à Europa para que ofereça um porto seguro levando em conta que se aproxima um temporal no Mediterrâneo.