EFEBruxelas

A Comissão Europeia (CE) está a trabalhar com os Estados-membros da União Europeia (UE) e com fabricantes para efetuar uma compra conjunta de vacinas e tratamentos contra a varíola dos macacos, indicaram esta sexta-feira fontes comunitárias à Agência Efe.

À semelhança do que aconteceu com a aquisição das vacinas contra o coronavírus, a CE pretende fazer a compra e depois distribuir as doses entre os países do clube comunitário.

Isso será feito através da Autoridade de Preparação e Resposta a Emergências Sanitárias (HERA, siglas em inglês), uma direção-geral da Comissão Europeia cuja missão perante emergências sanitárias consiste em garantir o desenvolvimento, a produção e a distribuição de medicamentos, vacinas e outras contramedidas médicas.

"A HERA está a trabalhar com os Estados-membros e com fabricantes para adquirir vacinas e tratamentos para a varíola dos macacos", indicaram as fontes comunitárias.

Estas acrescentaram que foi alcançado "um consenso amplo, em princípio," com os Estados-membros "para que a HERA coordene as ações em seu nome e obtenha as contramedidas médicas o antes possível".

Além disso, sublinharam que os procedimentos exatos serão determinados com os Estados-membros "nos próximos dias".

"É importante ter em conta que a vacinação contra a varíola dos macacos será limitada a casos muito específicos, já que a transmissibilidade e o risco do vírus não são comparáveis à covid", sublinharam as fontes.