EFEKiev

Cerca de 7,7 milhões de ucranianos abandonaram o país desde o começo da invasão russa, no passado 24 de fevereiro, enquanto perto de 2,5 milhões já regressaram, segundo dados atualizados até 16 de junho.

Os dados, baseados em estatísticas da ONU, foram publicados esta segunda-feira pelo Ministério da Administração Interna da Ucrânia na sua conta do Telegram no âmbito da celebração do Dia Mundial do Refugiado.

"Como resultado da invasão a grande escala da Rússia sobre a Ucrânia ocorrida este ano, milhões de refugiados ucranianos juntaram-se a este vasto grupo em todo o mundo", diz a mensagem ministerial.

"As pessoas fugiram e continuam a fugir do perigo, das explosões e bombardeamentos, de criminosos armados e brutais para quem a vida humana não vale nada", acrescenta.

Segundo os dados do Governo da Ucrânia, até ao passado 16 de junho tinham sido registados na Europa aproximadamente 3,2 milhões de refugiados ucranianos para proteção temporária ou em programas nacionais similares.