EFEPequim

As infeções "importadas" de coronavírus foram responsáveis por um leve aumento de novos positivos registados no domingo na China, com 16 novos casos -14 a mais do que no dia anterior-, informou esta segunda-feira a Comissão Nacional de Saúde.

As autoridades de saúde detetaram os 16 novos casos mencionados acima em viajantes que chegavam do exterior nas províncias de Sichuan (11), Mongólia Interior (3) e Guangzhou (2).

Além disso, a fonte oficial indicou que três pacientes receberam alta no último dia, pelo que o número de infetados ativos no país asiático é de 76, três dos quais em estado grave.

A Comissão Nacional de Saúde não anunciou novas mortes por COVID-19; portanto, esse número permaneceu em 4.634 entre os 83.017 casos oficiais na China desde o início da pandemia e dos quais 78.307 ultrapassaram com sucesso a doença.

Até ao momento, 745.147 contatos estreitos com os infetados foram acompanhados clinicamente, 4.723 dos quais ainda estão sob observação e, destes, três seriam casos suspeitos de terem sido infetados com o vírus.

Em relação aos infetados assintomáticos, a China registou 16 novos casos, elevando para 397 o total de assintomáticos em observação.o)