EFEAtenas

Sete pessoas, entre elas duas jovens raparigas, morreram esta terça-feira quando o barco no qual tentavam chegar da costa turca para a ilha de Lesbos (Grécia) naufragou, segundo informações da Guarda Costeira grega.

As autoridades resgataram e levaram 57 pessoas a terra firme e encontraram sete mortos: quatro mulheres, um homem e duas meninas.

A embarcação afundou por volta das 7h (hora local, 4h00 GMT), a cerca de duas milhas e meia da principal região da ilha, Mitilene.

A operação de busca e resgate continua por parte de várias embarcações da Guarda Costeira, Frontex, autoridades portuárias e um helicóptero Super Puma.

Os resgatados, cuja nacionalidades não foram divulgadas, estão a receber atenção médica e a ser registados e interrogados para se conhecer os detalhes do naufrágio, já que o tempo estava bom no momento do acidente.

De acordo com a agência de notícias AMN, a embarcação saiu por volta das 2h da madrugada do litoral do distrito de Ayvalik (Turquia) e os resgatados são todos de origem africana.

Até agora, em 2019, mais de 540 pessoas morreram a tentar atravessar o Mar Mediterrâneo, 34 das quais morreram no Mediterrâneo Oriental, de acordo com dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM).